Polícia recupera equipamentos furtados de uma construção e prende homem por receptação – CenárioMT

A  Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), esclareceu na tarde desta terça-feira (17), um furto ocorrido em uma construção no município de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), e recuperou várias ferramentas subtraídas no crime.

Poucas horas após o registro da ocorrência, o trabalho investigativo resultou na prisão do comprador dos produtos furtados, autuado por receptação.

Na manhã desta terça-feira (17), os homens que trabalhavam em uma obra foram até a Derf noticiando os fatos. Conforme os comunicantes, diversas ferramentas utilizadas por eles no trabalho, tinham sido furtadas durante o período noturno.

De imediato os investigadores passaram a apurar as informações, quando em diligências avistaram um homem no bairro Vila Nova, com um dos materiais semelhante ao que havia sido furtado.

Com base nas suspeitas, os policiais civis perguntaram ao suspeito onde teria adquirido o objeto, e ele informou que havia comprado de uma terceira pessoa. A vítima reconheceu o material encontrado na referida casa, razão pela qual o suspeito abordado foi detido por receptação.

De acordo com o delegado da Derf, Bruno Gomes, no local foram localizados outros materiais furtados em outras ocasiões, os quais foram apreendidos e em momento oportuno, serão ressarcidos aos seus proprietários. Um simulacro de arma de fogo também foi encontrado pela equipe.

Diante dos fatos o suspeito foi conduzido até a Derf de Confresa, onde foi interrogado e autuado em flagrante por receptação.

“O indivíduo quando preso por receptação, poderá receber pena de até 4 anos de prisão, advertindo a todos aqueles que ao comprarem objetos sem procedência lícita no afã de pagar barato, poderá receber a visita da Polícia Civil e ainda ser preso em flagrante pelo crime de receptação”, destacou o delegado de polícia.

Entre no grupo de Whatsapp e receba notícias das informações mais relevantes do dia na nossa região. Clique Aqui!

Leia também em Mato Grosso:

Please follow and like us: