Referências a ex-desenvolvedores acusados de sexismo serão removidas de ‘World of Warcraft’ – O Globo

RIO — Em meio às acusações de sexismo e discriminação no ambiente de trabalho, a Activision Blizzard anunciou que removerá referências no jogo “World of Warcraft” aos desenvolvedores envolvidos no escândalo. Essas modificações devem aparecer já na atualização 9.1.5, prevista para a próxima semana.

Em um anúncio, a empresa não especificou do que se tratariam as mudanças, mas em comunicado enviado ao portal “PC Gamer”, um porta-voz confirmou que “as referências no jogo a Jesse McCree, Luis Barriga e Jon LeCraft serão removidas do World of Warcraft”.

Os três inclusive não configuram mais no quadro de funcionários da Activision Blizzard.

Entenda:Califórnia processa empresa de jogos eletrônicos por assédio sexual e discriminação

McCree inspirou cinco NPCs (Non-Player Character), ou seja, personagens próprios do game, que não são controlados por outros jogadores, além de um lugar com o seu nome. Luis Barriga, por sua vez, gerou um NPC, enquanto LeCraft foi homenageado por outros dois.

Capital de Argus, no game World of Warcraft, deve perder o nome Mac’Aree após acucação de sexismo no ambiente de trabalho Foto: Activision Blizzard

No anúncio sobre a atualização, principalmente sobre a jogabilidade em “Shadowlands” e “WoW Classic”, a empresa destacou que buscou trazer melhorias ao ambiente de jogo, incluindo “alterações adicionais em alguns conteúdos para melhor refletir nossos valores compartilhados, melhor visibilidade do impacto de suas denúncias de assédio no jogo e penalidades mais graves para pessoas envolvidas em atividades destrutivas em seu comportamento”.

“Shadowlands Update 9.1.5 estará indo para o PTR na próxima semana, e muito do que você encontrará nele é o resultado direto de seu feedback coletivo”, acrescentou a Blizzard.

Entre os pedidos dos jogadores, havia mais a opção de se criar personalização de personagens, com maior diversidade étnica.

Veja também:Grupo Alibaba demite 10 funcionários por compartilharem denúncia de estupro contra supervisor

Desde julho, quando o estado norte-americano da Califórnia entrou com um processo contra a Blizzard por má conduta no trabalho, a empresa adotou outras mudanças, como a remoção dos itens referentes ao ex-diretor criativo Alex Afrasiabi.

A equipe de Overwatch também anunciou que o nome do personagem McCree, em homenagem a Jesse McCree, será alterado.

Afrasiabi foi citado no processo da Califórnia, mas já tinha sido demitido em 2020. Além de McCree, Barriga e LeCraft, o ex-presidente J. Allen Brack também deixou o cargo após as acusações.

Please follow and like us: